“A Arménia escolhe a Rússia em vez da UE”, titula o European Voice depois de Erevan anunciar a sua adesão à organização comercial da Rússia, a União Aduaneira Eurasiática, em vez de assinar o acordo de comércio livre que passou vários meses a negociar com a União Europeia.

Esta decisão inesperada vem na sequência de um pedido russo para organizar um encontro entre o Presidente arménio Serzh Sarkisian e o Presidente russo Vladimir Putin, no dia 30 de agosto, em Moscovo. A UE proíbe os países de serem membros da Zona de Comércio Livre, Abrangente e Aprofundada” (ZCLAA) ou da união aduaneira. O semanário acrescenta:

O acordo surgiu dois dias antes da cimeira do G20 que Putin acolherá em São Petersburgo (a 5 e 6 de setembro), e após uma disputa comercial com a Ucrânia por esta última querer assinar um acordo de associação com a UE. Os líderes da UE deverão levantar as suas objeções contra as pressões exercidas pela Rússia na cimeira.