Cover

A falta de fronteiras no espaço Schengen tem também o seu lado obscuro, na medida em que “as melhores obras nacionais polacas desaparecem sem deixar rasto”, lamenta o Rzeczpospolita.

“Desde a Segunda Guerra Mundial, milhares de obras de arte foram roubadas do território polaco e, muito provavelmente, não voltarão a reaparecer”, revela um especialista em arte citado pelo diário.

De acordo com dados recentes, nos últimos 20 anos mais de 8500 obras polacas foram roubadas ou desviadas do país.