Cover

A 16 de outtubro, o representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) na Grécia, Poul Thomsen, provocou uma onda de frio ao exigir do Governo greco um corte suplementar de mais dois mil milhões de euros em 2014.

Poul Thomsen “desempenha um papel duro”, escreve Ta Nea, que sublinha que

esta chantagem para novas medidas poderá atrasar o novo ciclo de negociações com a troika FMI-UE-BCE para desbloquear a próxima tranche de mil milhões de euros, que poderá não começar antes do início de novembro.