Cover

“Com uma nova ofensiva sobre a liquidação dos bancos em dificuldades, Angela Merkel tenciona bloquear o debate sobre a reforma da zona euro”, noticia o Süddeutsche Zeitung.

Segundo o diário, a chanceler alemã tentará, durante o Conselho Europeu de 24 e 25 de outubro levar os seus homólogos a uma nova estratégia de liquidação comum, um dos elementos chave da união bancária:

Primeiro, a zona euro deverá assumir uma responsabilidade comum unicamente em relação a 130 dos 6000 bancos, dos quais, no máximo, só 30 serão alemães. Segundo, os acionistas e os credores deverão ser eles próprios responsáveis, em caso de emergência, por um montante pré-definido. Terceiro, os Parlamentos nacionais deverão aprovar as ajudas do Estado.