Cover

“O Governo vai perder a sua maioria parlamentar?”, interroga-se o jornal Gazeta Wyborcza, depois de um escândalo de corrupção política que abalou a Plataforma Cívica (PO), o maior parceiro da coligação no poder, aumentando o receio de que esta crise provoque eleições antecipadas.

Na quarta-feira, a PO suspendeu dois membros do partido, incluindo o deputado Norbert Wojnarowski, depois de os jornais terem divulgado a gravação de uma conversa em que, alegadamente, o político promete um emprego numa empresa pública a um militante local do partido em troca do seu apoio ao eurodeputado Jacek Protasiewicz numa eleição regional do partido na Baixa Silésia.

A coligação tem uma maioria parlamentar de apenas dois deputados e o escândalo surge apenas uns dias antes de uma série de votações importantes, incluindo a do orçamento para 2014. O editorial do diário defende que

As gravações com as conversas entre políticos da Plataforma Cívica demonstram que eles fazem do partido uma agência de empregos. Usam os cargos nas empresas públicas para comprarem a lealdade dos membros do partido a nível local.