Cover

Numa carta aberta, “um grupo de dezasseis pediatras de renome lança um pedido de ajuda” à comissão do Senado belga que, a 6 de novembro, deverá discutir uma proposta que tem como objetivo alargar a lei de 2002 sobre a eutanásia aos menores, escreve De Morgen. Os médicos testemunham que há “crianças em fase terminal sujeitas a sofrimentos insuportáveis” que eles não podem ajudar a ter uma morte suave porque o quadro legal não o permite.

O jornal defende que é preciso remediar esta “zona cinzenta” e pede ao Senado que aja, porque

existe um fosso entre as práticas médicas, que mostram que é praticada a eutanásia em menores, embora não seja comum, e o quadro jurídico que [por agora] não dá resposta.