Cover

A 10 de dezembro, o presidente do grupo de aconselhamento do Governo sobre alterações do clima, Lord Deben, afirmou que o Reino Unido deve pôr de lado a oposição à fraturação hidráulica, o controverso método para extração de gás de xisto a grandes profundidades, rejeitando as críticas dos grupos ecologistas que defendem que esta técnica pode causar danos no ambiente.

Deben, que foi ministro do Ambiente no Governo liderado pelo conservador John Major (1990-1997) disse ao jornal The Times que a fraturação, nome porque é conhecida esta técnica, permitirá ao Reino Unido explorar as suas reservas de gás de xisto e reduzir a sua dependência energética em relação ao estrangeiro, acrescentando que

não é verdade que a fraturação destrua o ambiente e que o mundo acabe se a usarmos. E, no entanto, se ouvirmos falar alguns ecologistas, é isso que eles nos dizem.