Cover

"Berlim exige mais disciplina orçamental em troca do reforço fundo de salvamento", lemos na manchete de El País, um dia após a reunião do Eurogrupo e do Ecofin, o conselho de ministros das Finanças da UE. O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, quer que seja tomada uma decisão nesse sentido no decorrer do Conselho Europeu de março, para dar um "novo impulso ao endurecimento das sanções contra os que infringem a disciplina orçamental", refere o diário madrileno. El País sublinha que Berlim mostra "grande ânsia de manter o controlo do calendário de todas as decisões da UE". Assim, qualquer iniciativa lançada pelo presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, ou pelo presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, "se não tiver obtido a bênção prévia de Berlim, é alvo uma censura mais ou menos velada".