Cover

“Zapatero defende a Espanha ‘plural’”, é o título do diário espanhol Público, nas quatro línguas oficiais que, desde 19 de janeiro, podem ser usadas para comunicar no Senado e que são traduzidas simultaneamente: castelhano, catalão, basco e galego. Defendida pelo chefe do Governo, José Luís Rodríguez Zapatero, durante o seu discurso perante os senadores na altura em que foi votado o novo estatuto autonómico da Estremadura, a medida foi qualificada como “fundamental na defesa do modelo autonómico”, porque “são todas línguas espanholas”. Um modelo cada vez mais criticado, tanto pela oposição conservadora como por certos setores da maioria socialista, por causa dos elevadíssimos défices das administrações locais, escreve o diário.