Cover

Mais de 100 mil refugiados sírios, sobretudo curdos, passaram a fronteira turca este fim de semana à procura de abrigo, fugindo ao avanço do Estado Islâmico no nordeste da Síria. As autoridades turcas abriram as fronteiras na passada sexta-feira, mas fecharam-nas no domingo, devido aos conflitos entre os refugiados e os agentes de segurança turcos. Segundo a agência de refugiados da ONU (ACNUR), existem 1,3 milhões de refugiados sírios na Turquia.

“A luta no norte da Síria representa um dilema para o presidente Obama”, escreve o De Volkskrant. “Os curdos sírios […] são um aliado interessante, mas também estão ligados ao PKK, que é considerado como uma organização terrorista pela Turquia, a UE e os Estados Unidos”.