Cover

“A recuperação perdeu o seu ‘impulso’ na Europa porque há países que resistem à implementação das reformas”, escreve o ABC após a intervenção do presidente do BCE, Mario Draghi, perante a Comissão dos Assuntos Económicos do Parlamento Europeu, no dia 22 de setembro.

O presidente do Banco Central Europeu também declarou que se o BCE está pronto para utilizar outras ferramentas não convencionais, “sem reformas [estruturais], tanto as medidas de recuperação orçamental como a política monetária não funcionarão”.

Para o ABC,

Apesar de nenhum país ter sido mencionado, todos perceberam que se estava a falar da França e da Itália. Nestes dois países, as reformas ainda não foram aplicadas e ambos estão novamente no vermelho.