Este mapa, elaborado pelo geógrafo e investigador Benjamin Hanning e baseado em dados recolhidos pelo The Guardian, mostra os países da Europa redimensionados em função do número de imigrantes que chegaram por mar entre 2006 e 2014.

Apenas quatro Estados-membros – Itália, Grécia, Espanha e Malta – “têm de enfrentar este problema”, escreve Hanning, que considera que “é necessário um plano europeu de resgate marítimo para evitar mais mortes no Mediterrâneo, bem como uma solução política para os que sobrevivem à viagem até à Europa.”