Cover

Raramente uma tese reuniu um número tão grande de leitores. Depois da revelação, a semana passada, de que o ministro da Defesa tinha plagiado uma parte da tese de doutoramento em Direito Constitucional, inúmeros alemães puseram-se à procura dos excertos copiados/colados não sinalizados na tese de Karl-Theodor zu Guttenberg. O resultado é visível sob a forma de tabela na primeira página do Frankfurter Rundschau com o título "o código manobrado do Dr. G.". O diário explica que os internautas descobriram excertos plagiados em 270 das 407 páginas, ou seja, em 68,7% do texto. O ministro renunciou ao seu título de doutor a 21 de fevereiro, reconhecendo "faltas graves", mas não se demitiu. Após as revelações sobre a má gestão do exército alemão, é mais um duro golpe para este antigo ministro exemplar, cuja ambição era suceder a Angela Merkel.