Cover

“Escândalo. Um comando armado invadiu a televisão checa”, é o título do Lidové noviny, um dia depois do assalto lançado por uma unidade de polícia militar, com armas na mão, contra as instalações da televisão pública České televize (ČT), em Praga. Iam recuperar um documento do Ministério da Defesa, supostamente classificado como secreto, explica o diário, que se interroga sobre a identidade da pessoa que terá dado ordem para uma tal intervenção. Por seu lado, escreve o Mladá Fronta DNES, o ministro da Defesa, Alexandr Vondra, garante ter sido apanhado de surpresa quando participava num baile do exército, no castelo de Praga, ao saber que havia jornalistas presos pela polícia militar. Enquanto espera que os responsáveis de um tal ato sejam identificados e que o conteúdo do documento seja esclarecido, a ČT já anunciou que vai apresentar uma queixa, e o chefe da polícia militar já foi suspenso. Segundo o Hospodářské noviny, este acontecimento revela a tensão crescente entre os dirigentes do Ministério da Defesa e alguns dos seus altos funcionários, implicados em casos de corrupção. Quanto ao exército, sai completamente desacreditado aos olhos dos cidadãos, depois do Ministério da defesa ter investido muito para lhe melhorar a imagem, conclui o MF DNES.