Cover

"Rabinos consternados com proibição do ritual de abate", titula De Volkskrant. A 12 de abril, um grupo de velhos rabinos oriundos de diversos países europeus organizou uma conferência de imprensa em Schiphol (perto de Amesterdão) para mostrar o seu descontentamento em relação a um projeto-lei que irá ser analisado a 13 de abril no Parlamento holandês. Atualmente, é obrigatório anestesiar os animais antes de os abater, praticado pelos judeus e pelos muçulmanos. Diferentes partidos políticos consideram que o sofrimento dos animais provocado pelo ritual de abate não se justifica. O jornal adianta que há cerca de dois milhões de animais abatidos sem anestesia todos os anos na Holanda. São vários os países europeus (Suécia, Noruega, Áustria, Estónia e Suíça) que já aplicam uma lei semelhante.