Cover

A coligação "Bildu também não é legal", diz o título do diário Público, na sequência da decisão do Supremo Tribunal espanhol, que, por nove votos a favor da decisão e sete contra, proibiu as 254 candidaturas da coligação de partidos da esquerda independentista basca às eleições municipais de 22 de maio. O Supremo considerou que esta coligação poderia ser "utilizada em proveito próprio pelo Batasuna", o partido próximo do grupo terrorista ETA ilegalizado em 2003. O Público recorda que, em 23 de março, o Supremo Tribunal tinha já impedido a inscrição do Sortu como partido político, devido à questão de os estatutos da organização rejeitarem a violência – uma condição indispensável para a legalização de um partido, segundo a lei espanhola. Entretanto, o Tribunal Constitucional deverá pronunciar-se até 5 de maio sobre o provável recurso dos candidatos das listas Bildu.