Cover

"Um ano depois do fim da guerra, a Rússia continua a ignorar a maior parte das disposições do acordo de cessar-fogo negociado pelos Presidentes Nicolas Sarkozy e Dmitry Medvedev, em Moscovo – o acordo de 'seis pontos' de 12 de Agosto de 2008 – e dos ‘três pontos’ adicionais ajustados em 8 de Setembro de 2008." São estas as principais conclusões do relatório do Conselho de Segurança Nacional (BBN) da Polónia sobre as tentativas de resolução do conflito no Cáucaso, relata o diário polaco Dziennik.

O relatório do BBN sugere que, ao contrário da Geórgia, a Rússia não cumpriu as obrigações de deixar de utilizar a força, de pôr definitivamente termo às operações militares na zona e de conceder acesso ilimitado às organizações de ajuda humanitária. A Rússia ignorou igualmente as determinações relativas ao regresso das tropas às posições que ocupavam antes do conflito, o que, segundo os autores do relatório, está previsto no cessar-fogo.

No editorial o, Dziennikescreve que a comissão especial nomeada pela União Europeia está, há nove meses, a preparar um relatório sobre a guerra entre a Geórgia e a Rússia. De acordo com ‘fontes fiáveis’, esse relatório ainda não publicado irá culpar a Geórgia de ter iniciado o conflito.