Cover

“Papa na prisão, Berlusconi derrotado”, destaca o La Republica. Na quarta-feira, dia 20 de julho, a câmara baixa do parlamento italiano autorizou a prisão de Alfonso Papa a meio de mais um escândalo para Silvio Berlusconi. Papa, parlamentar conservador do partido PDL de Berlusconi e antigo juiz, é acusado de estar envolvido numa rede corrupta suspeita de usar informações obtidas de forma ilegal para ajudar indivíduos, incluindo um alto oficial do partido PDL, e está a evitar a investigação judicial. Berlusconi tentou reunir a sua maioria para salvá-lo, mas a Liga do Norte anunciou que iria votar a favor da prisão, o que provocou a ira do primeiro-ministro. No mesmo dia, a câmara alta votou contra a prisão de um senador da oposição acusado de suborno. “A Liga nunca tinha deixado o primeiro-ministro ficar mal perante a justiça. O Governo moribundo de Berlusconi-Bossi não existe mais”, comenta o La Repubblica, afirmando que até ao outono umas eleições antecipadas ou uma coligação de união irão acabar com esta instabilidade: “A Itália, sob o fogo da especulação internacional, não o pode permitir”.