Cover

“Putin de regresso na próxima primavera”, é o título do Gazeta Wyborcza acerca do “maior segredo da política russa dos últimos anos:” a sucessão no Kremlin que se seguirá às eleições presidenciais do próximo mês de março. No fim de semana passado o Partido Rússia Unida, assim como o atual presidente Dmitry Medvedev, anunciaram oficialmente o seu apoio ao regresso do candidato Putin ao posto mais alto do país – Vladimir Vladimirovich desempenhou as funções de chefe de Estado entre 2000 e 2008. “Apesar de a eleição presidencial estar a quase meio ano de distância, já sabemos quem será o vencedor”,escreve o diário de Varsóvia. Na opinião do comentador russo independente, Leonid Radzihovsky, “há muito tempo que Putin é considerado o líder da nação” e, na verdade, não tem qualquer concorrência, enquanto “a ética e o profissionalismo das elites [russas] continuam a degradar-se”.