Outrora considerados como irmãos mais novos pelos dinamarqueses, os noruegueses são hoje mais ricos. Além disso, escreve o jornal, “vivem durante mais tempo. Quase não têm desemprego. Têm bons carros. Os novos pais têm mais apoios. Dentro de 14 anos serão mais do que nós”, graças a uma política de imigração mais flexível.

Cover

A Noruega já não é o parente pobre da Dinamarca – Jyllands-Posten

O procurador de Viena quer que o ex-ministro do Interior conservador, Ernst Strasser, seja julgado por corrupção. Em 2010, quando era deputado europeu, Strasser aceitou 100 mil euros oferecidos por jornalistas do Sunday Times que esconderam a sua identidade e se fizeram passar por lobistas. Em troca desta soma, promoveu, em vão, dentro do seu partido (o conservador ÖVP) uma emenda a um projeto de lei europeu. Não é certo que seja condenado, porque ainda falta provar que Strasser agiu “contrariamente ao seu dever”.

Cover

Acusações contra Strasser assentes em fundamentos frágeis – Die Presse

O Conselho Constitucional decidiu que a introdução da “regra de ouro” no direito francês não precisa de uma revisão constitucional. Imposta pelo pacto orçamental europeu, limita o défice público a 0,5% do PIB. No final de agosto será apresentado um projeto de lei que autoriza a ratificação do pacto.

Cover

Regra de ouro: uma lei bastará – Libération

Um homem afegão que perdeu cinco membros da sua família num ataque de mísseis norte-americanos no Afeganistão decidiu apresentar uma ação judicial contra o ministro da Defesa britânico e parte da força policial pelo seu papel na partilha de informações com as tropas americanas, elaborando em conjunto uma “lista negra” cujos alvos eram os insurretos e os traficantes de droga a abater.

Cover

Grã-Bretanha enfrenta ação judicial sobre “lista negra” secreta dos Estados Unidos no Afeganistão – The Guardian

No seu boletim mensal de informação, publicado quinta-feira, o Banco Central Europeu (BCE) diz que, por causa da “incerteza crescente” provocada pela crise da dívida europeia, as empresas italianas correm um risco de falência especialmente elevado. O BCE acrescenta estar disposto a usar meios de intervenção não convencionais e apelou aos governos para que peçam ajuda ao Sistema Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) e ao Mecanismo Europeu de Estabilidade (MÊS). Por fim, o BCE afirma que o “euro é irreversível”.

Cover

BCE teme por Itália – Corriere della Sera

As reduções serão causadas por cortes nos salários dos funcionários públicos e pela reforma das leis laborais votada este ano que, na opinião do BCE, teria permitido conservar muitos empregos se tivesse sido promulgada mais cedo.

Cover

BCE prevê novas quebras salariais em Espanha – La Vanguardia

Marcin Plichta, presidente da sociedade de investimento Amber Gold, foi condenado seis vezes, com pena suspense, entre 2005 e 2009, antes de registar a sua empresa junto do tribunal. O diário pergunta-se por que é que Plichta nunca foi efetivamente preso, já que algumas das condenações tiveram lugar quando ainda cumpria anteriores penas suspensas e voltara a violar a lei. Amber Gold começou a ter problemas quando uma companhia aérea sua subsidiária, a OLT Express, foi à falência, em julho, e a empresa não conseguiu pagar os depósitos dos clientes.

Cover

“Culpado seis vezes” – Gazeta Wyborcza