A 25 de novembro realizam-se eleições regionais antecipadas. Para o presidente da comunidade autónoma, Artur Mas, essa será a ocasião para os catalães “escolherem o seu futuro enquanto nação” e de “exercerem o seu direito de autodeterminação”. Depois da enorme manifestação pró-independentista de 11 de setembro e da recusa do Governo de Madrid de negociar um pacto fiscal favorável à região, este escrutínio é já considerado como um referendo à independência.

Cover

Fala, Catalunha – La Vanguardia

De visita a Barcelona no próprio dia em que o presidente da Generalitat (o governo regional) anunciou eleições antecipadas, o Rei Juan Carlos declarou que “não ver a gravidade dessa etapa histórica seria cegueira”.

Cover

Mas antecipa eleições para alimentar a sua quimera de soberania – ABC

O apelo para um cerco ao parlamento lançado por um grupo de cidadãos para “salvar” a democracia “raptada” no seu interior, foi seguido por um número que varia entre as três mil e as seis mil pessoas. Houve confrontos com os 1300 polícias que protegiam o edifício, de que resultaram 64 feridos, 27 dos quais polícias, e 36 manifestantes foram presos. O diário conservador classifica esta manifestação como um ato “pouco pacífico”.

Cover

25-setembro: Golpe contra a democracia – La Razón

As estatísticas de desemprego em França para o mês de agosto, que serão publicadas hoje, deverão oficializar a ultrapassagem do marco simbólico dos três milhões. Este número “confirma a impotência dos políticos” que “em 45 anos” não conseguiram travar a espiral de desemprego, escreve o diário.

Cover

O choque de três milhões de desempregados – Le Figaro

Segundo um projeto de lei preparado pelo Ministério da Justiça, o gesto ritual continuará a ser considerado como um atentado à integridade física, mas a autorização dos pais não pode ser objeto de processo-crime se a intervenção for realizada “dentro das regras da arte médica” (por exemplo, com anestesia). A 7 de maio último, o tribunal de Colónia desencadeou a polémica ao declarar que a circuncisão é um dano corporal.

Cover

Circuncisão continuará impune – Süddeutsche Zeitung

Os países da zona euro iniciaram as negociações sobre um plano orçamental destinado a corrigir os desequilíbrios na União. A proposta, elaborada pelo presidente do Conselho Europeu Herman van Rompuy e apoiada pelo Governo alemão, é um passo na direção da unificação dos orçamentos nacionais.

Cover

A zona euro aproxima-se do seu orçamento – Il Sole-24 Ore

Confrontado com uma crise de liquidez na maior parte dos bancos do país, o Governo quer evitar, a qualquer preço, um pedido de ajuda internacional. Apesar dos avisos do Banco Central Europeu, Liubliana transferiu os “créditos podres” para uma agência pública criada sob o modelo da NAMA irlandesa.

Cover

Com má banca, Eslovénia desafia BCE – Dnevnik