Bruxelas pressiona Eslováquia a votar plano de resgate

Publicado em 7 Setembro 2011 às 11:34

Cover

“Bruxelas pressiona a Eslováquia: decidam sobre a ‘força do euro’”,titula o Pravda, lembrando que a Eslováquia decidiu adiar para dezembro o voto do seu Parlamente ao plano de resgate grego. Uma decisão que pode fragilizar a resposta europeia à crise da Grécia. Para a Comissão Europeia, “a rápida aprovação dos acordos da cimeira extraordinária da zona euro de 21 de Julho sobre o alargamento das competências do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) também é do interesse da Eslováquia”, explica o jornal. Mas a primeira-ministra, Iveta Radičová, tem falta de apoio dentro do seu governo de coligação. O presidente do Parlamento, Richard Sulik, por seu lado, classificou o FEEF como “um instrumento para gerar ainda mais dívida” e defende que ao pôr em marcha um “reforço do euro”, a UE se torna igual á União Soviética. “Se Bruxelas pressiona é simplesmente porque todos [os líderes da zona euro] chegaram previamente a acordo” sobre o plano de resgate, escreve o diário de Bratislava, que conclui que “as hesitações só aumentam a conta final”.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico