“Cameron nega ajuda a imigrantes”

Publicado em 25 Março 2013 às 12:04

Cover

O primeiro-ministro David Cameron está a fazer cortes aos imigrantes europeus desempregados que vivem no Reino Unido e ao seu acesso aos benefícios do Estado.
Um novo plano prevê que os subsídios aos imigrantes da UE desempregados terminem ao fim de seis meses se eles não provarem que encontraram emprego, enquanto os visitantes de países de fora da UE têm de ter um seguro de saúde privado para poderem ter acesso ao Serviço Nacional de Saúde.
O plano vai ser anunciado por Cameron durante um discurso em dirá que o Reino Unido tem “um Serviço Nacional de Saúde grátis, não um Serviço Internacional de Saúde grátis”.

Tags

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico