“Corte de 30% para o Bank of Cyprus”

Publicado em 25 Março 2013 às 09:54

Cover

Chipre e a troika (UE, BCE, FMI) chegaram a acordo na madrugada de segunda-feira sobre o plano de ajuda de €10 mil milhões que deverá permitir evitar a bancarrota da ilha e a sua saída da zona euro.

O plano prevê, entre outras medidas, a taxação de ações, obrigações e depósitos bancários da ilha, o que deverá render €4,2 mil milhões ao Estado, e a reestruturação do setor bancário cipriota: os depósitos superiores a €100 mil do Bank of Cyprus, o maior banco do país, que tem muitos depositantes russos, sofreram um corte de 30%.

Quanto ao banco Laiki, o segundo do país, deverá pura e simplesmente fechar. “Os bancos deverão abrir na terça-feira de manhã, mas será imposto um limite aos levantamentos, para evitar um ‘bank run’, uma corrida aos levantamentos”, explica o jornal.

Newsletter em português

O novo plano deverá ser apresentado ao parlamento cipriota. No entanto, será aprovado pelos parlamentos de vários países da zona euro, entre os quais a Alemanha.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico