“Enganar a UE por causa de dinheiro”

Publicado em 17 Setembro 2013 às 10:00

Cover

Os agricultores polacos mentem frequentemente quando se candidatam a subsídios diretos da UE, escreve o Rzeczpospolita, que acrescenta que muitas dessas fraudes são cometidas ‘por ignorância’ uma vez que nem todos os agricultores conhecem bem os limites e as normas dos subsídios da UE.

Segundo o gabinete do procurador-geral, os casos de fraude que envolvem fundos europeus para a agricultura aumentaram nos últimos dois anos, subindo de 1500 em 2011 para 1812 em 2012. As irregularidades mais comuns são a inflação da área de terra plantada e a falsificação de documentos, escreve o diário.

Entre 2007 e 2013, a Polónia recebeu 35 mil milhões de euros do orçamento da Política Agrícola Comum (PAC) da UE. Segundo o Rzeczpospolita,

Newsletter em português

apesar dos números estarem a subir, a Polónia não está entre os piores infratores no que diz respeito a enganar a UE. A situação observada em Itália, na Roménia e na Bulgária é muito pior.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico