O Parlamento Europeu atribuiu o prémio Sakharov para a liberdade de pensamento 2013 a Malala Yousufzai, de 16 anos, uma jovem paquistanesa defensora do direito das mulheres à educação.

Em 2012, Malala foi gravemente ferida quando um grupo de talibãs paquistaneses atacou o carro em que ia para a escola em Mingora, no vale de Swat (Noroeste do Paquistão). Segundo o diário paquistanês Dawn, Malala também está entre as personalidades preferidas dos especialistas e dos apostadores para o prémio Nobel da Paz que será anunciado a 11 de outubro.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico