Referendo sobre a independência

“Futuro da Escócia?”

Publicado em 27 Novembro 2013 às 10:47

Cover

O chefe do Governo escocês, Alex Salmond, revelou um detalhado plano para uma Escócia independente, caso os eleitores decidam deixar o Reino Unido no referendo sobre a independência que se realiza no próximo ano.

O Livro Branco de 649 páginas, que Salmond descreveu como “uma declaração de missão e o prospeto do género de país que devemos ser”, inclui uma série de reformas políticas radicais desenhadas para atrair os eleitores antes da votação de 18 de setembro de 2014.

As principais medidas políticas incluem 30 horas grátis, por semana, de infantário para as crianças de três e quatro anos e a abolição da reforma das prestações de habitação introduzida pelo Governo do Reino Unido. O documento também afirma que o Governo procurará manter a libra esterlina como moeda nacional e que uma Escócia independente seria bem-vinda na UE, mas não apresentou provas que apoiem tais afirmações, que foram contestados por Westminster e Bruxelas.

Newsletter em português
Tags

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico