Escutas americanas

“Reino Unido permitiu, em segredo, a vigilância a cidadãos britânicos”

Publicado em 21 Novembro 2013 às 11:29

Cover

As autoridades dos serviços secretos britânicos aprovaram um pedido dos Estados Unidos para analisarem e armazenarem registos de chamadas telefónicas, Internet e e-mail de cidadãos do Reino Unido, incluindo pessoas que não eram suspeitas de qualquer atividade criminal, segundo revela um novo documento divulgado pelo ex-funcionário da National Security Agency (NSA) Edward Snowden.

O memorando da NSA prova que, em 2007, houve um acordo entre os Estados Unidos e o Reino Unido sobre armazenamento de telecomunicações britânicas e o acesso a elas por parte das agências de espionagem e departamentos militares dos Estados Unidos, escreve The Guardian.

Esta é a primeira prova explícita do envolvimento do Reino Unido com os Estados Unidos no caso dos dados. O diário continua:

Newsletter em português

A NSA usou os dados do Reino Unido para estudar o “padrão de vida” dos seus alvos ou analisar os “contactos em cadeia”, tendo acesso não apenas às informações de uma pessoas mas também às dos seus amigos e às dos amigos dos amigos dos amigos.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico