República Checa

Triste espetáculo no parlamento

Publicado em 5 Junho 2012 às 14:03

Cover

“O Circo Rath, a nova ante-estreia checa”, ironiza Lidové noviny. Pela primeira vez na história moderna da República Checa, um deputado detido e acusado de corrupção apresentar-se-á – acompanhado de escolta militar – perante o parlamento para defender o seu mandato. A Câmara dos deputados votará de seguida para confirmar a retirada da imunidade de David Rath, o antigo governador da Boémia central acusado de ter aceitado “luvas” provenientes das subvenções europeias.

Rath foi detido no dia 14 de maio na posse de uma caixa de vinho que continha sete milhões de coroas (aproximadamente 280 mil euros). “Fui surpreendido por um grupo de comandos armados e fiquei admirado ao descobrir que em vez de garrafas de vinho, esta continha dinheiro”, disse ele em sua defesa. “Sei que é uma história bizarra que parece incrível, mas a vida está repleta de coisas incríveis.”

A defesa de Rath baseia-se em três pontos, explica o Hospodářské noviny: não estava ao corrente do dinheiro, é uma conspiração e as escutas telefónicas da polícia são duvidosas. Todos os presidentes dos grupos parlamentares consideram que a imunidade de Rath será muito provavelmente retirada, que voltará para a prisão e será submetido a processos judiciais. Se for dado como culpado, arrisca até 12 anos de prisão.

Newsletter em português

O show de David Rath será repugnante, realça o Hospodářské noviny, que se interroga:

Será que devemos, por causa dele, acrescentar na Constituição que não se pode passar de uma prisão para a Câmara dos deputados? Ou que um legislador condenado fica automaticamente sem mandato? Não. Parece paradoxal o facto de um juiz não poder ser eleito deputado, mas um criminoso sim. A Constituição serve para resolver os conflitos entre os diferentes poderes, não os conflitos morais individuais.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico