Cover

"Grécia, Espanha, Chipre: UE prevê pacote de resgate XXL", anuncia o Financial Times Deutschland. O diário financeiro de Hamburgo revela que os dirigentes da zona euro preparam um pacote de resgate mais importante do que o previsto para auxiliarem os "filhos frágeis" da zona euro. Irá ser aprovado o mais tardar em novembro:

Prevê-se que as alterações ao pacote de resgate da Grécia e do programa previsto para o Chipre, bem como um segundo pedido de auxílio de Espanha sejam decididos em conjunto. Por trás desta junção está a ideia de apresentar um pacote como solução global para todos os esforços envidados até à data para combater a crise.

O FTD lembra que, como revelou o semanário Der Spiegel, foi identificado um buraco financeiro de dez milhões de euros relativos ao segundo pacote de ajuda (até 2014) na Grécia e que, em Portugal, a política de austeridade atingiu os limites.

Referindo-se igualmente ao Spiegel, o Kleine Zeitung de Graz mostra em primeira página um 2 seguido de 12 zeros, para afirmar que o Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF) será dotado de um incentivo financeiro que lhe permitirá aumentar o seu capital para dois mil milhões de euros em vez dos 500 milhões inicialmente previstos. Objetivo: reunir condições para salvar grandes países como Itália e Espanha, explica o diário:

O FEEF, o fundo que antecedeu o MEE, irá servir de modelo. Vai dispor de instrumentos que permitem aos fundos públicos cobrir apenas operações de alto risco. O resto terá de se conseguir através de credores privados, para quem o risco será inferior. Mas este conceito não resultou com o FEEF por causa da falta de investidores privados.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico