‘Acordo sobre Marini, mas o Partido Democrata está dividido’

Publicado em 18 Abril 2013 às 09:38

Cover

Os 1007 deputados e delegados regionais começarão a votar hoje para elegerem um novo Presidente da República.

O Partido Democrata (PD), o Partido do Povo da Liberdade (PDL) e a coligação do primeiro-ministro Mario Monti, Escolha Cívica, chegaram a acordo sobre um candidato comum: Franco Marini, 80 anos, antigo líder do CISL, o principal sindicato católico, que não foi designado como candidato do PD nas últimas eleições legislativas de 24 e 25 de fevereiro passado. Em teoria, os representantes dos três partidos são suficientes para elegerem Marini, por dois terços dos votos, logo na primeira volta.

No entanto, muitos dos eleitos pelo PD vão dar o seu voto ao especialista em direito constitucional Stefano Rodotà, o candidato do Movimento Cinco Estrelas, do cómico bloguista Beppe Grillo.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico