Comissão Europeia

“Bruxelas pressiona a Google”

Publicado em 6 Outubro 2014 às 15:02

“As alterações administrativas em Bruxelas, com um novo Parlamento e, brevemente, uma nova Comissão Europeia, constitui um bom augúrio para a Google”, escreve o Het Financieele Dagblad. A nova equipa liderada por Jean-Claude Juncker está “sob pressão” para responder de forma mais agressiva à gigante norte-americana da Internet do que a Comissão cessante. Günther Oettinger, o novo comissário para a Economia Digital, avisou os eurodeputados, numa audiência realizada na semana passada, de que qualquer acordo da UE com a Google sobre o longo processo de antimonopólio poderia ajudar a empresa a “reforçar a sua posição no mercado, em vez de a diluir”. Margrethe Vestager, a nova comissária responsável pela Concorrência, disse na sua audiência que em breve dar-se-á “um novo passo” contra a Google.
Segundo o diário financeiro holandês, a Google possui 90 por cento do mercado europeu de motores de busca na Internet. Várias empresas tecnológicas, unidas no clube anti-Google Fairsearch, queixam-se de que a Google abusa da sua posição para “alterar os resultados de pesquisa”.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico