Eslováquia, terra de doutorandos

Publicado em 25 Março 2011 às 11:32

Cover

Cada vez mais estudantes estrangeiros "vêm fazer o doutoramento na Eslováquia", relata o SME. O jornal diário de Bratislava explica que cerca de 10% dos estudantes no país são estrangeiros, com especializações diferentes consoante as nacionalidades: os alemães estudam gestão, os checos, direito, os austríacos, economia, e os polacos, teologia. Os alemães são os mais numerosos. A maioria prepara a sua tese à distância, pagando entre três e cinco mil euros por um curso anual, o que representa uma boa fonte de rendimento para as universidades eslovacas. O país torna-se, assim, cenário de um "turismo de graus académicos", comenta o SME, que critica a facilidade com que se pode obter um diploma de pós-graduação na Eslováquia, onde é possível comprar os exames.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico