“Expulsemos os imigrantes clandestinos”

Publicado em 7 Novembro 2013 às 13:45

Cover

A 6 de novembro, o primeiro-ministro búlgaro, Plamen Orecharski , anunciou que a apreciação dos pedidos de asilo vai ser acelerada para expulsar mais rapidamente as pessoas rejeitadas.

Numa altura em que o país enfrenta um fluxo de refugiados, o chefe do Governo garantiu que as medidas postas em prática para fazer face a esta situação custarão cerca de 20 milhões de léva (10 milhões de euros) até ao final do ano, escreve o jornal Pressa.

A 4 de novembro, o Governo tinha anunciado um reforço do controlo de fronteiras e a abertura de campos de detenção.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico