“Os húngaros da Roménia querem autonomia mas não sabem o que isso significa”

Publicado em 9 Outubro 2014 às 15:25

Cover

Enquanto, em meados de setembro, a União Democrata dos Magiares da Roménia apresentou o seu projeto de lei sobre a autonomia do “País Székely” (este da Transilvânia), um recente estudo do diário Adevărul parece demonstrar que são poucos os húngaros que sabem definir esta autonomia ou até mesmo explicar como é que esta os poderia beneficiar.
Alguns pensam que a autonomia lhes traria mais dinheiro, outros consideram que seria um “disparate”, na medida em que “não se pode fazer isso no meio do país”.
Este projeto, apresentado no âmbito das eleições presidenciais romenas do dia 2 de novembro, prevê nomeadamente tornar o húngaro o idioma oficial da região, o que, recorda o diário, seria inconstitucional.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico