Espaço Schengen

Paris e Berlim reforçam as fronteiras

Publicado em 7 Junho 2012 às 12:16

Os ministros europeus do Interior tinham de decidir hoje, dia 7 de junho, sob que condições as barreiras podem continuar fechadas no seio do espaço Schengen, refere o Tageszeitung. Alguns países-membros pretendem poder restabelecer o controlo das suas fronteiras com os outros Estados-membros, caso as fronteiras exteriores do espaço europeu de livre circulação não sejam suficientemente seguras.

A França e a Alemanha conseguiram impor-se contra a Comissão Europeia, observa o diário:

A Comissão propôs antes de mais que o restabelecimento do controlo nas fronteiras seja decidido a nível europeu. Os Estados-membros opuseram-se. A rejeição de Berlim foi súbita e inesperada. Quando a França e a Dinamarca reforçaram de forma autoritária os controlos nas suas fronteiras, o Governo alemão denunciou estas ações como um caso único. Atualmente, parece querer tornar essas regras excecionais uma regra geral.

O sucesso desta proposta dependerá depois do Parlamento Europeu, precisa o Tageszeitung. Cada vez mais deputados europeus se opõem a este texto, pois exclui o Parlamento de todas as decisões que dizem respeito às regras do espaço Schengen.

Newsletter em português

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico