Um plano Marshall para os países em dificuldades

Publicado em 9 Agosto 2011 às 11:36

Cover

“O novo plano Marshall, uma oportunidade”, entusiasma-se o Adevărul, depois de a Comissão Europeia ter aceitado reduzir a contribuição de seis Estados em dificuldades (Grécia, Irlanda, Portugal, Roménia, Hungria, Letónia) para projetos europeus. A partir de 2012, os seis países passarão a contribuir numa proporção menor para tais projetos: 5%, em vez dos atuais 15% do seu orçamento. Segundo o Comissário europeu para a Agricultura, o romeno Dacian Cioloş, “as dívidas soberanas ameaçam os projetos cofinanciados, daí que os Governos tenham dificuldade em encontrar os recursos necessários para a contribuição que cabe a cada país […]. A nova medida da Comissão contribuirá, de uma maneira inteligente, para a redução do défice e para a criação de emprego, substituindo os cortes orçamentais drásticos“. O Adevărul calcula que os benefícios para Bucareste serão da ordem de “mais de 700 milhões de euros”.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico