“13 noruegueses feitos reféns. Islamita notório pode estar por trás. Ministro dos Negócios Estrangeiros envia equipa de crise”

Publicado em 17 Janeiro 2013 às 10:11

Cover

Entre os reféns do grupo islamita que tomou de assalto a jazida de gás perto da fronteira líbia, há 12 funcionários da empresa norueguesa Statoil, nove dos quais são noruegueses, segundo informações prestadas pelo Governo norueguês na manhã de quinta-feira. Oslo não confirma a informação divulgada pela agência de notícias argelina APS segundo a qual um cidadão norueguês teria sido morto durante o ataque.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico