“A que generais obedece o soldado da justiça?”

Publicado em 12 Novembro 2013 às 11:12

Cover

O juiz Gediminas Viederis criou uma acesa polémica na Lituânia ao intimar um jornalista da agência de notícias báltica BNS a revelar as suas fontes após a publicação de um documento interno dos serviços secretos lituanos.

O jornalista, cujo nome não foi revelado pelo diário, afirmou que a Rússia se prepara para lançar uma campanha para desacreditar a Presidente lituana Dalia Grybauskaitė, numa altura em que se aproxima a cimeira sobre a parceria oriental que se realizará em Vílnius no final de novembro, escreve o Lietuvos rytas. Estas revelações foram confirmadas pela principal interessada.

“Quem provocou a fuga de informação procurava aquilo que aconteceria ao torná-la pública [pelo Governo]: proteger a Presidente de consequências desagradáveis”, escreve o diário, acrescentando, no entanto, que “a agitação provocada foi bastante mais prejudicial para o Estado” do que o conteúdo da notícia. Para o Lietuvos rytas, a principal razão para isso é “o princípio de querer classificar tudo o que dizem ou escrevem os serviços secretos”.

Newsletter em português

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico