“Berlusconi, condenação de 500 milhões”

Publicado em 18 Setembro 2013 às 11:29

Cover

O Supremo Tribunal de Itália divulgou a sentença final sobre a longa disputa entre Silvio Berlusconi e o dono do jornal La Repubblica, Carlo De Benedetti, sobre a compra da editora Mondadori em 1989. O diário romano noticia que o antigo primeiro-ministro vai ter de pagar 500 milhões de euros ao Grupo CIR, propriedade de De Benedetti.

O Supremo confirmou que os advogados de Berlusconi subornaram um juiz para que declarasse inválido um primeiro acordo que concedia o controlo da Mondadori a De Benedetti. Marina, filha de Berlusconi, que é a atual presidente do grupo Fininvest, controlado pela família Berlusconi, está a considerar a possibilidade de recorrer para o Tribunal de Justiça Europeu.

No entanto, há mais problemas legais a caminho da vida de Berlusconi: a comissão que vai decidir sobre a sua expulsão do Senado na sequência da condenação por fraude fiscal, rejeitou o pedido para adiar a decisão e tem a votação marcada para esta tarde.

Newsletter em português

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico