Coceguinhas

Publicado em 30 Outubro 2014 às 20:53

No dia 29 de Outubro, a NATO declarou ter intercetado pelo menos 19 aviões militares russos – caças, aviões-cisternas e bombardeiros – a voar perto do espaço aéreo europeu ao longo dos últimos dois dias, os incidentes mais graves deste ano. Qualificados de “inabituais”, estes ocorreram desde o Oceano Atlântico e os Mares do Norte, Negro e Báltico, até à costa portuguesa. Caças noruegueses, britânicos, portugueses, turcos, alemães, dinamarqueses, suecos e finlandeses perseguiram os aviões russos, que acabaram todos por regressar ao espaço aéreo russo. A NATO acrescentou que

intercetou aviões russos mais de 100 vezes em 2014, três vezes mais do que no ano anterior.

Newsletter em português

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!