Parlamento Europeu

Desmascarados eurodeputados preguiçosos

Publicado em 9 Março 2011 às 10:45

Cover

“Pega no subsídio e vai-te embora”. [El Mundo](http://www.elmundo.es) vai buscar o título de um célebre filme de Woody Allen para denunciar “os subterfúgios” dos eurodeputados, que chegam ao Parlamento à sexta de manhã para receberem o subsídio diário de 304 euros e vão-se logo embora para casa, passar o fim de semana. Uma prática costumeira de uns sessenta deputados (em 726), “na sua maioria oriundos de França e dos países de Leste”, nota o diário madrileno. Foi a eurodeputada britânica, Nikki Sinclaire, que denunciou a manobra, tirando fotografias aos colegas no hemiciclo e nos vários aeroportos europeus, publicadas agora no semanário britânico News of the World. “Mas o Parlamento Europeu recusa-se a rever a sua política”, acrescenta El Mundo, ao qual um porta-voz da assembleia afirmou que esta prática “respeita perfeitamente as regras” e que “apenas os partidos políticos podem levar os seus membros a não registarem os dias em que não trabalham”.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico