UE-Bielorrússia

Minsk negoceia com Bruxelas

Publicado em 31 Janeiro 2011 às 10:53

"Loukachenko faz troca com a UE”, é o título do Dziennik Gazeta Prawna, num momento em que os ministros dos Negócios Estrangeiros vão decidir que tipo de sanções impor ao Governo bielorrusso por, em dezembro passado, ter reprimido brutalmente a oposição, durante as eleições presidenciais. Segundo o diário de Varsóvia, Bruxelas deverá interditar o acesso à UE a cerca de 160 altos funcionários bielorrussos, entre os quais o Presidente e o seu filho. Uma suspensão do comércio entre as empresas europeias e a indústria energética bielorrussa, principal fonte de riqueza do regime de Minsk, também é uma hipótese em cima da mesa. Enquanto Bruxelas discute, Loukachenko decidiu, subitamente, libertar dois opositores presos em dezembro passado. “Assim, o regime inicia um novo tipo de comércio com Bruxelas: outros prisioneiros políticos serão libertados se a UE se abstiver de votar as sanções”, escreve o DGP.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico