“Moldávia dependente dos jogos da Ucrânia”

Publicado em 14 Novembro 2013 às 11:31

Cover

As possibilidades da Ucrânia assinar um acordo de associação com a UE durante a cimeira da Parceria Oriental, em Vílnius, nos dias 28 e 29 de novembro, são de 50%, considera o Adevărul Moldova.

Se o acordo não for assinado, “isso será um grande choque para a UE e um desastre para a Parceria Oriental”, escreve o diário de Chisinau, que se interroga sobre as consequências para a Moldávia:

Os europeus poderão pensar que precisam de um país próximo e que esse país é a Moldávia. É um cenário arriscado, mas que coloca em evidência a Moldávia como o único país do pacote que resiste. [...] Para a Moldávia, assinar o acordo de associação será mais fácil, mesmo que seja mais difícil de aplicar a liberalização do comércio e o levantamento da obrigação de vistos. Se a Moldávia e a Ucrânia forem juntas, coerentemente, tornar-se-ão parte de um espaço comum. Se a Moldávia ficar sozinha, isso será mais difícil.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico