“O fim da era constitucional”

Publicado em 12 Março 2013 às 10:33

Cover

O parlamento húngaro adotou no dia 11 de março uma nova alteração da Constituição que limita as competências do Tribunal Constitucional.
A alteração foi aprovada com 265 votos a favor, 11 contra e 33 abstenções, as do partido de extrema-direita Jobbil. O Fidesz do primeiro-ministro Viktor Orbán dispõe da maioria dos dois terços. Os socialistas boicotaram a votação.
Cerca de 200 pessoas protestaram em frente ao parlamento respondendo ao apelo de vários partidos de oposição. E milhares de manifestantes reuniram-se perto do castelo de Buda para pedir ao Presidente János Ader para vetar a reforma constitucional. Está prevista uma outra manifestação a 15 de março, dia da festa nacional.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico