O fim do túnel

Publicado em 18 Setembro 2013 às 15:40

José Manuel Durão Barroso:

Vejo luz ao fundo do túnel! É a saída!
Antonis Samaras:
Não, Manuel, são os tipos que andam à luz das tochas

No final de um encontro com o primeiro-ministro grego, a 17 de setembro, em Bruxelas, o presidente da Comissão Europeia declarou que os esforços da Grécia para pôr em prática o seu programa de ajuda “já estão a dar resultados positivos” e que “atualmente, podemos dizer que há uma luz ao fundo do túnel”.

Nessa mesma noite, um membro do Alvorada Dourada esfaqueou até à morte o rapper e militante antifascista Pavlos Fryssas, de 34 anos, à porta de um café de Atenas. É o ato mais grave cometido por um membro do partido de extrema-direita, conhecido pelo hábito de fazer saídas noturnas à luz de tochas.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico