Polska, 10 de Agosto de 2009.

Russos ameaçam fechar a torneira do gás

Publicado em 10 Agosto 2009 às 14:25
Polska, 10 de Agosto de 2009.

Cover

Mais uma vfez a Rússia ameaça fechar a torneira do gás, escreve o jornal [Polska](http://www.polskatimes.pl/stronaglowna/150432,rosja-szantazuje-nas-grozba-kryzysu-gazowego,id,t.html),que descreve as etapas finais das negociações em curso entre Polónia e Rússia para um acordo de longo prazo sobre abastecimento de gás. De acordo com o jornal, os russos põem vários temas em jogo, antes de firmarem o negócio. Ameaçam Varsóvia com a perspectiva de uma crise do gás, pressionando os polacos a assinar o contrato durante a visita do primeiro-ministro Vladimir Putin a Gdansk, prevista para 1 de Setembro. Seria um contrato desfavorável, escreve o Polska, que tornaria a Polónia dependente do abastecimento de gás russo até 2035. Ao mesmo tempo, Moscovo terá deixado no ar a ideia de construir uma central nuclear no enclave de Caliningrado – um projecto russo-germano-polaco – numa altura em que a construção da central Ignalina II projectada para a Lituânia parece cada vez mais incerta. Moscovo está a tentar igualmente assegurar o controlo do trânsito do gás para a Europa Ocidental através da Polónia, adverte o Polska.

Entretanto, Varsóvia procura encontrar um plano de contingência que a torne independente da Gazprom, o monopolista do gás do russo. “Os russos não são os únicos que vendem gás para a Europa e vamos equacionar as ofertas de diversos fornecedores europeus ocidentais”, disse ao diário Maciej Wozniak, conselheiro de política energética do primeiro-ministro. Intermediários ocidentais, como a Ruhrgas da Alemanha ou a GDFSuez de França, fariam chegar o gás à fronteira polaca, assumindo a responsabilidade pelas negociações, ajudando a Polónia a evitar envolver-se em contratos de longo prazo com os russos.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico