“São aceitáveis aulas de natação em ‘Burkini’ para as raparigas muçulmanas”

Publicado em 12 Setembro 2013 às 11:13

Cover

O tribunal administrativo federal decidiu que as alunas muçulmanas não podem ser dispensadas das aulas de natação, noticia o Frankfurter Allgemeine Zeitung.

Os juízes de Leipzig indeferiram o pedido da família de uma rapariga de 13 anos, de Frankfurt, que se recusou a ir à piscina com a sua turma por razões religiosas.

O tribunal decidiu, no entanto, que o uso do “burkini”, uma combinação de peças de roupa que cobre o corpo e os cabelos, é aceitável porque, argumentou, representa “um compromisso entre o dever de educação do Estado e a liberdade religiosa”.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico