“A chancelaria absolve os serviços secretos alemães”

Publicado em 26 Julho 2013 às 10:23

Cover

A 25 de julho, sete semanas depois das primeiras revelações do antigo agente da NSA Edward Snowden, o diretor da chancelaria, Ronald Pofalla (que tem categoria de ministro), declarou perante uma comissão parlamentar que os serviços secretos alemães respeitaram o direito e a lei ao fazerem o seu trabalho.
“A proteção de dados estava 100% garantida e [a Alemanha] não comunicou milhões de dados aos serviços secretos norte-americanos”, garantiu o ministro perante os deputados.
Foi o próprio Pofalla que pediu para ser ouvido pela comissão, acrescenta o Tagesspiegel, depois das acusações do semanário Der Spiegel e do diário Bild, segundo as quais o Governo alemão colaborou com a NSA e desde 2011 que estava informado sobre o programa de espionagem PRISM.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico