Relatório sobre a CIA

“Agências de espionagem pediram aos Estados Unidos para ocultar envolvimento britânico no relatório sobre tortura”

Publicado em 12 Dezembro 2014 às 13:59

Cover

As autoridades britânicas admitiram que as provas pela sua prática de tortura foram eliminadas do polémico relatório do Senado norte-americano sobre a CIA, informa o The Guardian.

O diário cita um porta-voz do Governo britânico que afirmou que os responsáveis dos serviços secretos britânicos se reuniram com os seus homólogos norte-americanos para assegurar que “as supressões solicitadas “ eram feitas “por motivos de segurança nacional, tal como poderíamos ter feito com qualquer outro relatório”. Para o The Guardian,

esta confissão alimentará as suspeitas de que o relatório – extremamente crítico para com a CIA – foi manipulado para ocultar a forma como os aliados próximos dos Estados Unidos estiveram envolvidos no programa de rapto e tortura mundial que se desenvolveu após os ataques da Al Qaeda [do dia 11 de setembro de 2001].

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico